lt;!-- -->
sexta-feira, 17 de junho de 2016

Démodé Impresa?


Vivemos numa era cada vez mais tecnológica, onde o acesso a uma enorme quantidade de informação está apenas à distância de um click, seja na televisão, computador ou telemóvel. Centenas de canais há disposição com a promessa de nos entreter dentro das quatro paredes e não só. Zapping é a actual moda em qualquer faixa etária. Discretamente vão sendo introduzidos na sociedade novos hábitos, uma forma de moldar e conhecer cada vez mais todos os consumidores. Informações que nos dias de hoje valem mais que ouro.



Como os actuais meios tecnológicos permitem atingir o nicho de mercado pretendido de forma rápida, concisa, e em várias frentes, proporcionam uma maior satisfação e resultados ao seu cliente. Todavia, têm vindo a criar dificuldades na captação de receitas pelos tradicionais grupos de comunicação social.

As tecnologias de informação evoluem, o tempo passa, e a Impresa está démodé?


Para além dos desafios naturais do sector, os investidores da Impresa (e no geral) vivem tempos agitados. Um título que de mãos em mãos vem desvalorizando ao sabor da corrente há largos meses.
Na publicação  " Impresa continua a desiludir os investidores " a  14 de Fevereiro, já se mencionava   que era fulcral uma mudança de comportamento por parte do titulo, para assim poder evitar a área (0.26€) do seu mínimo histórico, uma desvalorização que poderia atingir os 38%.


Gráfico diário Impresa 

Actualmente os valores já são uma realidade, e espero que entre nós não esteja um investidor "agarrado" há vários meses com títulos da Impresa em carteira. Se existir, e se estiver a ler estas palavras, uma  coisa que posso dizer: é tempo de criar mudanças positivas.

Todos erramos no quotidiano, seja a nível pessoal, profissional e no trading. Felizmente possuímos a capacidade de identificar, interpretar e criar mecanismos que nos permite melhorar. E necessário acreditar e dar o primeiro passo....

A Impresa saiu do PSI 20 e ficou desactualizada....


Mesmo sendo um titulo com características especiais, de menor liquidez, ou considerado por muitos investidores de pouco interesse, a Impresa não ficou desactualizada pela saída do PSI20. Actualmente o  titulo possui menor visibilidade, é certo. No entanto o seu comportamento em bolsa deve-se à sua tendência descente de longo prazo, e à falta de dinamismo dos mercados financeiros em transmitir estabilidade e optimismo. Isto tem-se repercutido praticamente a todas as empresas cotadas em bolsa. Uns sectores têm sofrido mais do que outros, mas poucos têm saído ilesos.

A Impresa é uma oportunidade?


Uma oportunidade para continuar à espera de melhores dias. Mesmo estando em mínimos históricos, o titulo necessita de construir algum padrão de reversão para captar a atenção de mais investidores, o que não é o caso actual. Uma dica  para títulos de menor liquidez é observar sinais de compras e figuras técnicas através do gráfico semanal.

Ausência do mercado também é uma estratégia. Aproveite para estudar.

Bons investimentos!
Sem comentários:
Enviar um comentário