lt;!-- -->
sábado, 25 de novembro de 2017

CTT num jogo psicológico

Os CTT Correios de Portugal têm negado aos investidores um possivel ressalto mais explicito. Mas por quanto tempo? O oscilador RSI (Índice de força Relativa) no gráfico horário, tem vindo a apresentar uma divergência positiva. O titulo no gráfico diário, embora continue em área de Sobrevenda, começa gradualmente a valorizar.

O investidor é confrontado com uma conjectura incongruente. Observa um Credit Suisse Group a reforçar a posição no capital dos CTT de uma forma complexa, vê igualmente os institucionais a reforçarem as suas posições a descoberto na mesma área, após um forte movimento de desvalorização.
E observa igualmente o comportamento do preço bem como constata que o titulo tem dificuldades em seguir o caminho descendente.

Quem está equivocado neste jogo?


Ninguém. Cada investidor possui as suas convicções, busca argumentos, sejam eles baseados em análise técnica ou fundamental, e seguem o plano. Um investidor com um perfil mais dinâmico, com uma perspectiva a muitíssimo curto prazo, pode considerar os CTT cada vez mais interessante para comprar face à sua estratégia. 
O investidor institucional que tem vindo a reforçar posições a descoberto, embora considere a possibilidade de um ressalto, pode sentir-se confortável pelos diversos argumentos a favor que os CTT apresentam, sejam técnicos e/ou financeiros. Como desconhecemos a real intenção destes investimentos, o melhor é seguir cada um a sua estratégia, e permanecer cada vez mais neutros a essas informações.   

O jogo psicológico entre os pequenos investidores continua! Os CTT "num vai, ou não vai", negaram uma possivel reversão ao não romperem os 3.2057€, conforme apresentado na publicação O que esperar dos CTT? Actualmente, o título aproxima-se dos valores que considero interessantes de observar, apresentados em CTT Correios de Portugal

Ser investidor requer flexibilidade

Um investidor que analise os principais gráficos do título, facilmente detecta diversos argumentos que reforçam a sua tendência descendente. Contra factos não há argumentos. Mas não é menos verdade que dentro de tempos gráficos mais curtos, possam surgir pequenas oportunidades, até interessantes quando existe volatilidade. Negociar contra tendência e aproveitar esses movimentos exige do investidor, além de uma estratégia, uma maior flexibilidade para gerir e reagir caso o título inverta o comportamento esperado.

O que apresenta os gráficos dos CTT Correios de Portugal?

Gráfico diário dos CTT


Gráfico H1 dos CTT

Considero interessante o facto de realizar um novo mínimo histórico, tocar nos 3.04€, e encerrar a sessão nos 3.850€, deixando uma sombra na parte inferior da vela, quando realiza um novo fundo. Transmite-me que houve uma rejeição e que há cada vez menos interessados em vender, aumentando as probabilidades de um pequeno ressalto estar mais próximo de se concretizar. 

No entanto existem algumas dificuldades para atingir o possível target anteriormente apresentado, e perceptível no gráfico H1. Obtivemos a confirmação de 3.2057€ ser a resistência a ter em consideração a muitíssimo curto prazo. Outra referência está um pouco mais acima nos 3.3441€. E na última sessão fechou abaixo dos 3.1090€, valor esse que deu algum suporte à cotação.

Deverá ser uma semana interessante para ambos os investidores. 
Convém realçar as seguintes questões: Os CTT enquadram-se no teu perfil de investidor?
Tens confiança a negociar contra tendência?
Tens uma estratégia bem definida?
Valerá a pena negociar CTT?
Bons investimentos!
Sem comentários:
Enviar um comentário