lt;!-- -->
quinta-feira, 10 de maio de 2018

O tempo revelerá o segredo da Impresa

A Impresa mantém o seu movimento de indefinição há praticamente um mês na área de 0.26€ por acção. Numa perspectiva mais ampla, o título continua a negociar dentro de um canal descendente que iniciou em 2018. Durante os últimos tempos muito se tem falado sobre a Impresa, NOS SGPS, Altice e Media Capital. Uma dança ainda inacabada.
Gráfico diário da Impresa

A Impresa em 2017, em apenas cinco meses, valorizou 200% num forte movimento impulsivo e de lá para cá, praticamente devolveu todo o seu optimismo. O que fará nos próximos tempos? A dúvida de um novo fundo inquieta o investidor.
Um cenário que pode ser inviabilizado caso:

  • respeite a área de 0.2519€ (preferencialmente);
  • faça o rompimento do canal descendente;
  • aumente o volume para defender a área. 
Desde que atingiu os 0.2330€  a 13 de Março, o título chegou a valorizar 20% de uma forma tímida e pouco reveladora, um percurso com pouco volume espelhando a ideia de falta de interesse. A conquista pela área dos 0.2815€ é fundamental para abrir novas perspectivas a curto, médio prazo.

Um cenário menos positivo para a Impresa seria a continuação de falta de interesse dos investidores, aumentaria a probabilidade do titulo caminhar um tanto lateral nos próximos tempos (entre 0.2130€ a 0.2815€).

O tempo revelará a forma da Impresa sair deste impasse.
Sem comentários:
Enviar um comentário