lt;!-- -->
segunda-feira, 29 de maio de 2017

É a tua vez de desafiar-NOS SGPS ...

O pulsar do mercado financeiro português contagia os investidores. Movimentos interessantes de diversos títulos fazem sorrir qualquer investidor que os possua no seu portefólio. Um ou outro título ainda não está na mesma onda dos demais mas, pouco a pouco, conquista território.

Um, dois, três, NOS é a tua vez de...

... saltar e de te movimentares numa dinâmica mais positiva, reveladora e mostrar o teu potencial a (muito) curto prazo. Infelizmente, por motivos pessoais, não pude realizar um video que já tinha pensado há dois dias, e que teria a Teixeira Duarte, a Sonae SGPS e a NOS SGPS. Hoje, a Teixeira Duarte faz o que realmente eu esperava face às condições técnicas: um impacto forte, mas não tanto quanto o registado na sessão, ao valorizar 17.86%. Agora, que já passou a expectativa inicial, para mim deixa de ser tão interessante falar nela.

É a vez de falar da NOS SGPS que, pouco a pouco, também parece querer provocar os investidores a (muito) curto prazo. O que esperar? 

Gráfico diário
A NOS SGPS tem vindo nos últimos tempos a contrariar a dinâmica de mercado descendente. Essa mudança é cada vez mais notória. Este título, que vinha a respeitar a linha de tendência descendente (apesar de algumas pequenas tentativas malogradas) rompe a LTD sem grande impacto, entrando assim num período de lateralização. O impasse mantém-se e a atenção dos investidores está no seu rompimento em alta com um possível target de 5.90€ por acção.
Também o título tem vindo a negociar acima das médias móveis exponênciais de 17 e 34 períodos de maneira mais consistente, como há já algum tempo não era apreciado pelos investidores.

 A NOS SGPS pode muito bem ser um título a ter em consideração nas próximas sessões, ainda que não se encontre numa posição tão favorável quanto o desejado para evoluir, devido às possíveis áreas de resistências horizontais de 5.570€ a 5.7350€. Todavia, a expectativa de oportunidade começa a surgir.

Votos de boas decisões!
Sem comentários:
Enviar um comentário