lt;!-- -->
domingo, 8 de janeiro de 2017

O Tempo da Teixeira Duarte

O ano mudou e a realidade da nossa praça de valores imobiliários pouco se alterou. Esperemos que este novo ano se apresente mais solarengo e traga mais prosperidade para todos os investidores.

A Teixeira Duarte tem passado nos últimos dois anos por um período bem difícil. Veio de lá dos 1.40€ para os 0.1630€ por acção. Uma desvalorização que expressa bem as dificuldades com que o sector (entre outros) se tem deparado. No entanto, já diz o provérbio português " Não há bem que dure para sempre, nem mal que nunca se acabe" .


O tempo de mudança


Mudanças positivas são ansiadas por todos, nos mais diversos sentidos. No momento actual, a Teixeira Duarte tem dado sinais positivos, ainda que de uma forma discreta, talvez até despercebida por muitos investidores, que anteriormente eram assíduos deste título.

Um título que pode ser de todos, mas não é para todos. As suas características fazem desviar o olhar  de uns e atrair outros. Alguns pontos positivos que Teixeira Duarte dá aos seus seguidores:
  • No gráfico mensal um falso rompimento do anterior mínimo ocorrido em finais de 2011. Realizou um pequeno rompimento que obteve resposta compradora;
  • Quebra e retest da linha de tendência de descendente de curto prazo;
  • Incremento de volume nos dias posteriores à quebra da LTD após uma pequena retracção;
  • A configuração do gráfico mensal, semanal e diário proporciona margem para o título poder progredir no curto prazo.
Gráfico mensal de Teixeira Duarte

Gráfico diário de Teixeira Duarte

Cuidados a ter 

Se por uma lado a Teixeira Duarte dá sinais positivos, por outro convém lembrar que estes são os primeiros e tendem a ter um optimismo de menor duração. Requer uma atenção mais redobrada na sua gestão e perspectivas. No gráfico diário encontram-se assinaladas algumas áreas que considero mais relevantes a curto prazo para quem possui Teixeira Duarte no seu portefólio nos últimos dias.

Bons investimentos e votos de muita prosperidade.
Sem comentários:
Enviar um comentário