lt;!-- -->
segunda-feira, 12 de outubro de 2015

No BCP só falta esperar

Um dia marcado por fortes desvalorizações nos títulos portugueses, principalmente na banca, tendo como protagonista o BCP, que fechou a sessão a desvalorizar 9.38%, contributo essencial para o PSI20 fechar a menos 3.05%.

BCP penalizado só pelo sentimento politico?



Não partilho dessa opinião. É verdade que o mercado em geral sofreu uma pressão vendedora.
Terá sido apenas fruto da aproximação entre António Costa do PS (Partido Socialista) e Catarina Martins do BE (Bloco de Esquerda) na possibilidade de formarem governo? Não acredito. Pessoalmente dou pouca atenção às noticias.
Não digo que a noticia não tenha impacto nos mercados, porque acaba por ter e sabemos disso. Para alguns investidores esta noticia foi a única causa para a pressão vendedora sentida no durante o dia.
Acredito que, por sua vez, também hajam outros investidores que pensam de outra forma face à desvalorização sentida hoje nos mercados financeiros,nomeadamente na praça portuguesa.

Outra forma de pensar


Já nem vou falar da situação dos principais índices financeiros S&P 500 e Dax e vou focar-me apenas no BCP. Num ressalto agressivo, o título valorizou mais de 50%, em apenas seis dias, sem contudo romper com a sua dinâmica descendente que tem vindo a dominar o título a médio prazo.
Esse Pulback, que surgiu depois de o BCP realizar no dia 29 de Setembro um novo mínimo ao negociar a 0,445€ por acção, deixou para trás uma tentativa frustrada da área de 0,058 € funcionar como suporte. 

Certamente muitos pequenos investidores sentiram, e deixaram que os acontecimentos falassem mais alto, e decidiram assim entrar no BCP já bem no fim da linha.
O título nas suas duas últimas sessões já revelava ausência de uma sintonia na força compradora para continuar neste cross ao chegar próximo de 0.0658€ por acção. Estas desvalorizações surgem num ponto que começam a penalizar os pequenos investidores, uma área mais adequada para a realização de novos curtos e pouco fundamentada para posições longas.

Considero que a forte dinâmica ascendente que o título teve não terá sido provocada apenas pela redução de posições curtas de alguma instituição. Esperemos que esta dúvida seja esclarecida nas próximas semanas com o comportamento do título. 

O BCP estará numa área de interesse para os grandes investidores?


Onde é que o BCP pode ser interessante?


Esta é uma certeza que todos gostaríamos de ter mas que na verdade ninguém tem, já que a incerteza é um factor do mercado.
Podemos pensar em probabilidades, em possíveis cenários onde o título posa ter um melhor comportamento face a outros.


Deixo aqui no gráfico de H1 as áreas que considero terem potencial no BCP a curto prazo. 

Esperar é a palavra chave neste momento. Esperar por sinais de reversão para aumentar as probabilidades do trade a vosso favor, e assim preservar o capital da melhor forma possível. 


Evolução do BCP
Gráfico do BCP em H1














Se pensas no BCP como uma opção nos próximos dias, então o melhor mesmo é criares alguns cenários para que o teu plano de trading tenha o melhor desempenho possível.
Surgiram dúvidas em relação ao gráfico? Então partilha-as comigo.

Bons investimentos!
2 comentários:
  1. ola boa noite a minha incerteza é: se para no 0,052-0,053 ou se para no 0,048-0,049

    ResponderEliminar
  2. Olá Sérgio.

    O Facto de o BCP não ter construído no seu último um movimento uma estrutura sólida ( tipo com fundos e topos), e por estar numa dinâmica descendente de médio prazo é normal existir tanta incerteza. E por isso mesmo é necessário esperar pela reacção do preço face aos valores mencionados, e se argumenta uma possível subida ou se pelo contrário segue o seu caminho descendente.

    A tentação de muitos investidores é de entrar mal chegue a áreas de suporte ou rompimento de uma resistência, é uma estratégia que leva a maioria dos investidores a perder muito capital.


    ResponderEliminar