lt;!-- -->
terça-feira, 20 de outubro de 2015

Jerónimo Martins distribui dúvidas

A Jerónimo Martins - titulo que ainda é considerado por muitos como a jóia da nossa praça e visto como porto seguro para muitos investidores - nos últimos dois anos e meio proporcionou verdadeiras emoções. Devido ao seu desempenho em bolsa provocou uma avalanche ao desvalorizar mais de 50%, mas sem demora, realizou um movimento ascendente com desempenho superior a 80% como se de um jogo de "sobe e desce" se tratasse.

A dúvida envolve a Jerónimo Martins


DúvidasUltimamente muitas dúvidas têm envolvido os mercados financeiros quanto às expectativas dos principais índices para os próximos tempos, e a Jerónimo Martins também não está imune.
A dúvida começa a envolver o investidor que vê o título cada vez mais complexo nos principais tempos gráficos.

O título está bom para short? Ou melhor para Long? Ou talvez seja melhor não fazer nada? Uma dúvida legitima para o momento actual.
Para quem vê a Jerónimo Martins como uma opção para integrar no seu portefólio - seja para long ou short - consideraria que a melhor atitude a tomar neste caso, seria de não fazer nada de momento.

Jerónimo Martins
Gráfico diário da Jerónimo Martins

O motivo desta opinião surge na base dos seguintes argumentos;

  • A maioria dos pequenos investidores, embora desejem construir um carteira com uma perspectiva de longo prazo, raramente o conseguem fazer e manter como a ideia inicial. Falham nas áreas e o timming que lhes poderia ser mais favorável, levando-os a cometer erros, e quando se vêem confrontados com uma desvalorização mais acentuada ou um comportamento diferente do projectado acabam por fechar as suas posições. Isto tudo para dizer que, mesmo tendo como base o argumento de longo prazo, não considero a Jerónimo Martins tão apetecível como acção. Não me refiro aos fundamentais da empresa, apenas pela análise dos gráficos (mensal, semanal, diário), na tentativa de construir um plano de trading que tivesse maior probabilidade de sucesso, e para mim este não é o timming.

  • Para short, a Jerónimo Martins ainda não se deu vencida nestes dias, e tem grandes probabilidades de vir novamente para os 13.36€ por acção ou mais, até dar uma configuração do melhor ponto para a realização de um short na perspectiva de curto prazo. Qualquer posição de short na área actual ficaria muito exposta, com menor probabilidade de sucesso e com um risco-beneficio muito comprometido a meu ver. Por isso o melhor mesmo é aguardar uma mudança de tendência num gráfico de menor duração como por exemplo H1, após a cotação chegar a áreas mais apetecíveis para short.

  • Para uma posição long também não está de feição, devido a ter um primeiro obstáculo a 13.36€, um segundo obstáculo a 13.84€ e tendo como a área de referência para um stop loss a 11.84€. Considero que o risco-benefício é pouco atractivo, agravado pela área em que se encontra, numa configuração de possível lateralização que surge após um forte movimento ascendente (que valorizou + 80%). Num momento em que o PSI20 também continua a não mostrar ânimo, em sintonia com os restantes índices, uma posição long também não é apetecível. 

Não dá para comprar nem vender? A sério?!

Claro que a Jerónimo Martins vai proporcionar momentos para comprar ou vender, e os investidores com um perfil mais intradiário irão certamente aproveitar essas oportunidades.
Já para os investidores com um perfil mais conservador e/ou moderado, o título não apresenta grandes oportunidades. 

A Jerónimo Martins apresenta-se assim para a maioria dos investidores como um título para administrar e de poucas oportunidades no momento actual.

Esta é a MINHA opinião. E tu, tens outra opinião sobre a Jerónimo Martins? Então partilha-a através do item comentário, pelo Google+ ou até mesmo pelo facebook.

Bons investimentos!
Sem comentários:
Enviar um comentário